FREELAS
freelasconecta 12 de Maio de 2022

Carta da CEO

Querido leitor,

o ano era 2020, a pandemia no auge e, como em geral acontece em situações de crise, ela sempre é mais dura com os mais vulneráveis. Foram 8,5 milhões de mulheres perdendo seus trabalhos, 25% a mais que os homens (Pnad). A violência de gênero também aumentou de forma descomunal e a economia criativa foi um dos setores mais impactados pelo isolamento social. A sensação que não parava de martelar na minha cabeça era: "Eu preciso fazer alguma coisa".

Assim surgiu o FREELAS, em sua primeira versão, desenvolvido a partir de muita colaboração, demonstrando que esse valor já vem de seu DNA. Eu ofereci algumas mentorias de planejamento estratégico em troca do site e, a partir de um financiamento coletivo, foi possível investir em tudo que precisávamos para colocar o FREELAS no mundo.

De lá para cá, realizamos dezenas de cursos e mentorias gratuitas, oferecemos encontros terapêuticos, conectamos mulheres. Também realizamos projetos incríveis para grandes empresas como Rede Globo, Event Play, Petrobrás, Cultura Inglesa e, assim, geramos renda e oportunidades profissionais para mulheres de todo o país. Participamos de programas de incubação e aceleração, atuamos em projetos nacionais e internacionais, ganhamos prêmios, fomos citadas em grandes veículos como Forbes, O Globo e Você S.A.

Esta semana, lançamos o FREELAS 2.0, 100% automatizado, melhorando a experiência dos nossos clientes e freelas, e eu não sei exprimir o tamanho da minha alegria. É um sonho que se realiza e eu espero que, com ele, se realizem também muitos outros. Porque o FREELAS nasceu para isso. Para conectar, transformar e realizar sonhos!

Na contracorrente do mercado e de tudo o que se vê em outras plataformas de tecnologia, nós desenvolvemos nosso produto a partir do feedback das nossas profissionais, aperfeiçoando pouco a pouco cada funcionalidade, de forma quase artesanal, mas totalmente inovadora, porque colaborativa.

Eu, como mãe que criou e gestou esse bebê por tanto tempo, o vejo alçando vôo e só me sinto grata. Meu filho agora vai para o mundo. Que ele possa transformá-lo como transformou a mim. Porque o FREELAS não é uma empresa apenas. Ele é um conceito, um ideal, uma ferramenta para se conectar. Com profissionais que querem seguir criando e se desenvolvendo com propósito e de forma colaborativa. Com empresas comprometidas em se transformar e transformar a realidade. Com uma nova forma de trabalhar, contratar e se relacionar. O FREELAS é uma ponte do presente para o futuro.

Sejam bem-vindes!

Sophia Prado, CEO & Founder do FREELAS, doutoranda em antropologia na Universidade Federal Fluminense, onde pesquisa o empreendedorismo feminino como forma de resistência. É advogada, cineasta e uma das fundadoras do hub criativo ColetivA DELAS.

Últimos posts

Ver todos

Gostou das dicas? Deixe seu comentário.

0 comentários.